História da Astropontes – Fundação Astronauta Marcos Pontes

História da Astropontes

Historia_topo

A Fundação Astronauta Marcos Pontes, a “Astropontes”, nasceu de um sonho antigo. Em 1987, enquanto eu aguardava autorização para pouso em Santa Maria,  liderando uma esquadrilha de 4 aviões Xavante AT-26, notei que sobrevoávamos uma bonita casa de fazenda. Eu era então o Tenente Aviador Pontes, instrutor e líder de esquadrilha do Esquadrão Centauro (3º/10º Grupo de Aviação).

Quando vi aquela casa pensei:  “Puxa! Aquela casa bem que poderia ser uma Fundação, para acolher e dar educação para crianças. Ali elas poderiam se tornar cidadãos e profissionais de sucesso.”

Mas logo a dúvida se apresentou: “Cai na real, Marcos! Você é apenas mais um tenente aviador. Você não tem meios, nem recursos, para criar uma fundação!”

O tempo passou, mas a ideia nunca saiu de minha cabeça.

Quando preenchi as fichas de inscrição para o concurso público realizado pela Agência Espacial Brasileira, em 1998, para selecionar o primeiro astronauta brasileiro, aquela foi a primeira ideia que surgiu em minha mente: “Talvez como astronauta eu consiga criar a fundação!”

Mas eu ainda teria de esperar mais de 10 anos para colocar em prática aquela ideia. Em 2010, como astronauta, que é carreira civil, e agora na reserva militar, eu não tinha mais impedimentos para criar a fundação.

historia_esquerda

historia_centro

historia_direita

Após uma conversa com o “Tio Gastão”, idealizador e diretor do Centrinho, na USP de Bauru, eu finalmente tomei a decisão de criar a Fundação Astronauta Marcos Pontes apoiada nos seguintes pilares:

  • Motivar crianças e jovens para a educação através de atividades de ciência e tecnologia.
  • Promover o ensino profissionalizante.
  • Promover a inovação, a pesquisa aeroespacial e o desenvolvimento sustentável.

No meu livro “Missão Cumprida” (clique aqui para ver o livro), conto essa história com todos os detalhes.

No primeiro ano de existência, a diretoria da Astropontes trabalhou na estruturação da instituição e na análise de possíveis projetos a serem realizados segundo os pilares da fundação.

Em 2012, foram realizados alguns projetos piloto e desenvolvido o conceito do projeto Ecoestado, em parceria com a ONU para o Desenvolvimento Industrial.

A partir de 2013, os projetos aprovados pela diretoria foram sendo gradualmente disparados através de diversas parcerias estratégicas firmadas com instituições públicas e empresas patrocinadoras.

Em 2015 conseguimos definir um bom portfólio de projetos dentro de 3 programas: Inspirando Gerações, Gestão para Educação, e Pesquisa e Desenvolvimento.

Os projetos foram elaborados e testados, contudo precisamos de recursos para a implementação. Nesta página você encontrará a descrição sucinta de cada projeto, como uma vitrine de possibilidades. A partir de 2017, a ideia é reduzir o número de projetos para seis, sendo 2 por Programa. Ficarão aqueles que obtiverem o patrocínio necessário para sua condução com eficiência. Os outros permaneceram em “standby”, aguardando recursos para a execução.

historia_base